Alívio, sim, comemoração, não

Alívio, sim. Comemoração, não.

É impressionante o nível de ignorância e de discurso de ódio de uma parcela do eleitorado do Aécio. Perderam. Também é impressionante o nível de ilusão de uma parcela do eleitorado da Dilma, mesmo após. 12 anos de governo do PT, partido que traiu a classe trabalhadora.

Sou dos que acreditam que as “eleições do marketing” mais escondem do que demonstram. No que realmente importa, PT e PSDB já são e serão cada vez mais aliados. O Aécio do belo crescimento econômico que ilude os paulistas é o que mais traria a austeridade para o Brasil, ou seja, o fracasso econômico. A Dilma da emancipação do nordeste do julgo dos coronéis e da direita é a Dilma que venceu em cima dos palanques de Collor e Sarney. Nas suas mansões, os donos das empreiteiras, dos bancos e das multinacionais estão tranquilos. Vão apenas esperar Dilma festejar sua madrugada no Champagne, e Aécio lamentar-se no Rivotril, para amanhã retomar diálogo com ambos. Eles têm muitos planos pela frente.

A esquerda coerente e radical vai seguir nas ruas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>